Qual importância do marketing de conteúdo?

Fazer marketing através de conteúdo é de fato trabalhoso e demanda investimento de dinheiro, tempo e paciência. Hora, se você leva anos para construir um negócio rentável, o que justifica todo esse desejo ansioso de que marketing deve fazer milagres em curto prazo? Segundo estudos do Human Change Management Institute, são necessários de dois a cinco anos para construção e transformação efetiva de uma cultura organizacional. Portanto, do ponto de vista contábil financeiro, a construção do Ativo de Marketing gera riqueza e deve ser tratado como investimento de médio/longo prazo.

Já pensou que o conteúdo pode fazer seu site rodar como se fosse um vendedor trabalhando 24h/dia?

Ao invés de dedicar verbas somente para compra de mídia (anúncios), considere também utilizar conteúdo para materializar a estratégia, comunicar-se com os públicos durante todo tempo de travessia da jornada de relacionamento/compra/fidelização. Faça como a BIC e tantas outras marcas: este vídeo foi publicado no Youtube em janeiro de 2016 e que até hoje pessoas assistem, curtem e comentam. O material é tão impactante que professores utilizam como exemplo em sala de aula e palestras.

Quanto custa um funcionário para sua empresa trabalhando 8h/dia, R$ 5.000,00 /mês? E se fosse incrementado este mesmo investimento em conteúdo a fim de fazer seu site rodar 24h/dia gerando demanda para área comercial? Além disso, comunicando os objetivos de negócio, prestando serviço para o consumidor como atendimento via chat, redes sociais, WhatsApp, etc?

Entregue conteúdo também no mundo real. Que tal oferecer conexão wi-fi com autenticação/login via Facebook e, se for uma cafeteria, por exemplo, ofertar uma promoção imediata como um café grátis. Depois, entregar conteúdo via e-mail e continuar surpreendendo o cliente com seu DNA orientado a experiência do consumidor? Todas essas ideias são apenas alguns exemplos do que o Ativo de Marketing pode fazer para a sua empresa. Portanto,Se você compreendeu que sua empresa faz a diferença na economia e que a internet é o lugar de inúmeras possibilidades para você divulgar seus produtos e/ou serviços, se você quer de fato gerar impacto positivo na lucratividade do negócio, de modo que o resultado apresentado no DRE (demonstrativo de resultado econômico) seja relevante, considere pelo menos quatro pilares marketing e vendas:

Cultura forte de relacionamento – invista nos colaboradores e qualidade do atendimento baseado na personalização e experiência do consumidor. Lembre-se que este é o maior desafio e nenhuma ação de marketing terá sucesso se você não considerar seu time e clientes em primeiro plano, sempre.

Gestão de comunicação e marketing – adote um modelo, um processo, um jeito estruturado e sistêmico de fazer as coisas ao ponto que seja possível escalar o crescimento da produtividade. Inbound, BPM, Scrum e PMI, são algumas das metodologias que você pode adotar no seu projeto.

Dados integrados de consumidores – implante de novas tecnologias, adote ferramentas em nuvem e integradas ao ponto de que a mensagem enviada através do formulário de contato do site possa ser visualizada no e-mail do sócio, no sistema de marketing online do gerente ou aplicativo de vendas no celular do vendedor. Tudo conectado, automatizado e acessível em tempo real, 24h/dia.

Velocidade na tomada de decisão – acompanhe o ritmo da música, pense rápido, tome decisões em tempo real sobre investimentos, entenda o ecossistema digital, negocie prazos com seus liderados. Confie na sua equipe o acompanhamento dos indicadores operacionais e evolução do projeto, enquanto você cuida especificamente do negócio/lucro.

Marketing deixou de ser marketing há muito tempo. Agora é Educação.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published.